Queimadas, 24 de agosto de 2017.

Oi, gente!

A rotina de um estudante não é fácil. A gente tem que acordar muito cedo para pegar o ônibus. Eu me acordo às 5h30min da manhã. Logo, na melhor hora do sono. Tenho que enfrentar um ônibus lotado. Quase sempre venho de pé porque não há assento vago.

O caminho até a escola é muito ruim, cheio de buracos, e, no tempo de chuva, o ônibus enfrenta muita lama. A turminha que vem no fundão é muito bagunceira. Coloca música alta, grita e chama palavrão. Apesar de você passar por todos esses “perrengues”, se você chegar na escola sem a sua carteirinha de identificação, você corre o risco de voltar para casa. Isso já aconteceu comigo.
Além disso, ainda tem o problema com a fila da merenda. Ela é muito grande e, muitas vezes, eu já fiquei sem comer porque fico no “rabo da gata” esperando a minha vez.
Mas a vida de estudante não são só aperreios. Existe muita coisa boa, como aulas práticas, professores que ensinam bem, encontros com os amigos, aprendizado e muitas outras coisas. Ih, a lista é bem grande!

Nesse finalzinho da minha carta, quero dizer que devemos sempre procurar aquilo que nos faz bem. E estudar é um bem valoroso, assim como é a nossa família. Quem estuda adquire saber e não se deixa enganar por ninguém.

Tchau, pessoal! Feliz Dia do Estudante para todos! Vamos comemorar onde?

Revista Tertúlia Nº 1.
Produção coletiva do 8º A

Um comentário sobre “Os amigos estudantes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.